A palavra folclore é de origem inglesa, cujo significado é “conhecimento popular”. É um conjunto de elementos artísticos feitos do povo para o povo, ressaltando que essas representações são transmitidas de geração a geração. São danças, festas, comidas, obras de arte, superstições, comemorações que, em todo nosso país, exaltam ainda mais nossa cultura. Em nossa cidade, existem algumas manifestações culturais que persistem há anos, como:
*O Boi-de-Mamão é uma das manifestações mais significativas da cultura popular catarinense. O personagem principal, como o nome já sugere, é o boi, de armação de madeira e bambu, coberta com papel e pano. A brincadeira traz o tema de morte e ressurreição do boi. Essa manifestação antecede o Natal e vai até o Carnaval, mas nos últimos anos tem se registrado mudanças nas datas, se ampliando para todo o ano. Na brincadeira, os personagens são: a Bernuncia (bicho comedor de gente), Dona Maricota (boneca de uns três metros de altura que distribui carícias ao publico), o Urubu (animal que quando se aproxima do boi, demonstra a sua morte) e o Cavalinho (animal que homenageia os bons caçadores). Todos dançam ao som da cantoria, com o chamador que canta os versos apresentando cada um dos personagens que animam a platéia.
* Pau-de-Fita é uma dança do folclore catarinense apresentada por vários grupos. Tradição folclórica de origem portuguesa, em pares de oito a doze, damas e cavalheiros dançam e cantam em torno de um mastro que do alto saem 12 fitas, sendo duas de cada cor: vermelha, amarela, verde, branca, azul clara e azul escura. Ao compasso da apresentação, as fitas vão sendo trançadas e depois destrançadas, dando ao espectador um maravilhoso visual.
*Terno de Reis, como o nome já propõe, é uma das várias comemorações de caráter religioso. Realizada entre a época de Natal e o Dia de Reis, em 06 de janeiro. São grupos de cantadores e músicos que percorrem as ruas e visitam algumas casas. Entoam cantos que enfatizam o nascimento de Jesus e a viagem dos três Reis Magos que foram a Belém dar boas-vindas ao Menino Jesus. Contam alguns participantes desta tradição que, ao chegar na residência, são recebidos e, como de costume, o proprietário da casa sempre dá algo para se beber ou comer e logo depois o grupo canta para se despedir.
O Bairro da Barra se distingue dos demais da cidade, talvez por procurar manter viva tradições folclóricas como estas, exemplo disto é o Grupo Bom Sucesso, composto por homens e mulheres que cantam e tocam, mantendo viva uma manifestação cultural tão rica como as demais. Na praia de Taquaras, uma das praias agrestes da cidade, também existe um grupo que canta o Terno de Reis, passando esta manifestação de pai pra filho.

As lembranças, as imagens, as pessoas e os lugares ajudam a contar nossa história. São experiências vividas, pessoas conhecidas e lugares frequentados que ficam registrados em nossa memória. Histórias e momentos que não podem ser esquecidos pelo tempo. Faça parte do resgate histórico cultural de Balneário Camboriú.
Se você tem fotografias, documentos ou outros registros que possam contribuir com a história do município, entre em contato pelo (47) 8464-5234 (Whatsapp) – com Gisele.
Fonte: Arquivo Histórico de Balneário Camboriú
Foto: Lilian Martins

Compartilhar

Sobre a autora