Nas areias da Praia Central, espaço este de intensa sociabilidade, já desfilaram famosos, estrangeiros, pescadores e banhistas. Mas, nem sempre foi assim.

Antigamente, a praia era apenas o espaço do pescador, com seus barcos, suas redes e os peixes que retiravam do mar. Para os nativos da cidade “mandar alguém para a praia” era uma ofensa.
Os banhos de mar também já foram recomendados pelos médicos com fins terapêuticos, para o tratamento de muitas doenças, devido à concentração de iodo. O clima agradável e a tranquilidade vivida naquela época completavam o cenário.
Logo, a cidade começou a receber o turista de um dia, que vinha à praia para se divertir no mar, fazer piqueniques e reunir a família e amigos, tornando os banhos de mar um grande momento de lazer.

Compartilhar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com