No alto do Morro da Aguada, a uma altitude que chega a 240 metros, chegamos à Estação Mata Atlântica. Nessa estação, encontram-se quiosques, loja de souvenirs, o Auditório Ângelo Bogo e o Parque Ambiental que são 500m de passarelas em meio à mata, sinalizadas por placas indicativas sobre a fauna e a flora nativa. Ao longo do caminho, dois mirantes recarregam as energias com o visual estonteante. O primeiro tem como foco toda orla da belíssima praia Central de Balneário Camboriú. Já o segundo, o Oceano Atlântico e a Praia de Laranjeiras. Mais duas paradas são obrigatórias: a Casa do Chocolate – famosa por abrigar o Coelhinho da Páscoa e o Papai Noel nas datas comemorativas – e o Oratório, que guarda a estátua de bronze de Santo Antônio da Aguada, abençoada em 1999, durante missa solene na Basílica de Santo Antônio de Padova (Itália).
As lembranças, as imagens, as pessoas e os lugares ajudam a contar nossa história. São experiências vividas, pessoas conhecidas e lugares frequentados que ficam registrados em nossa memória. Histórias e momentos que não podem ser esquecidos pelo tempo. Faça parte do resgate histórico cultural de Balneário Camboriú.
Se você tem fotografias, documentos ou outros registros que possam contribuir com a história do município, entre em contato pelo (47) 8464-5234 (Whatsapp) – com Gisele.
Fonte: www.unipraias.com.br

Compartilhar
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com