Não é a toa que as pessoas gostam de passar férias em Balneário Camboriú. Além de lindas praias, da gastronomia variada, dos equipamentos turísticos de primeira linha, a cidade possui inúmeros locais para se desfrutar de tranquilidade, lazer e panorâmicas que mostram a Capital Catarinense do Turismo de ângulos diversos e inusitados. O Molhe, na Barra Sul, é mais uma das tantas opções disponibilizadas aos visitantes.

O espaço é todo pavimentado em madeira e petit pavê (calçamento). Possui 452 metros de comprimento, onde foi construído um moderno sistema de paisagismo com iluminação baixa e bancos ao longo do percurso, que atraem moradores e turistas. Entre suas particularidades, no lado esquerdo do início do molhe existe um deck de medidas circulares, sendo que no centro há uma espécie de navio naufragado na areia, que é utilizado pelas crianças para suas brincadeiras.

O que também chama a atenção de quem visita este lindo local da Barra Sul é o piso. Formas de animais da fauna marinha da região como siri, robalo e cavalo marinho estão desenhados na calçada de maneira magistral.

A obra deu uma opção a mais para os amantes da pesca do peixe espada, que são capturados à noite com iscas luminosas e que dão um verdadeiro espetáculo de luzes que vão e voltam em direção ao mar. Também aos praticantes de exercícios físicos, que tem uma boa extensão para o complemento de suas caminhadas.

Diante de tantas belezas e singularidades, a estrutura figura também como um dos cartões postais de Balneário Camboriú e, dele, é possível observar uma das mais belas paisagens da Praia Central. Também foi com a sua construção que a Barra Sul se tornou durante o ano inteiro um ponto próprio para banho, e favoreceu o alargamento da praia e o banho de sol naquele ponto da orla.

Fonte: Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico
Texto: Daiane Benso – estagiária de Comunicação Social
Supervisão profissional: Silvia Bomm DRT 3930-JP/PR

Compartilhar

Sobre a autora